Logotipo da revista

Publicação digital organizada por José Augusto Camargo, jornalista e sociólogo com o objetivo de debater a realidade social contemporânea em seus múltiplos aspectos.

Contornar os danos das redes sociais com políticas democráticas

 Política e Comunicação   Abril 27, 2022

Contornar os danos das redes sociais com políticas democráticas

mdo José Augusto Camargo

A compra da plataforma de comunicação social Twitter pelo milionário Elon Musk suscita algumas reflexões sobre a função pública da internet. A questão em debate é saber como contornar os danos causados pelo mal uso da internet.

Leia mais

Outras Publicações

...
A precarização do trabalho do jornalista e a digitalização

 A precarização do trabalho do jornalista e a digitalização José Augusto Camargo

Novo retrato de uma velha profissão: pejotização, enxugamento de redações e profissionais sem tempo e autonomia, submetidos a lógicas embrutecedoras. Uso de Inteligência Artificial para produzir textos pode degradar mais a atividade

...
Neoliberalismo e o desmonte do Ministério do Trabalho

Neoliberalismo e o desmonte do Ministério do Trabalho José Augusto Camargo

Uma das características principais do neoliberalismo é o combate ferrenho aos sindicatos. A completa implantação da doutrina se efetiva pela desregulamentação do mercado de trabalho que, por sua vez, dá início a um novo ciclo de acumulação do capital sem os freios e contrapesos impostos pelo movimento sindical.

...
Livro avalia o impacto das plataformas digitais no jornalismo

Livro avalia o impacto das plataformas digitais no jornalismo José Augusto Camargo

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) lançou o e-book “O impacto das plataformas digitais no Jornalismo”, cuja organização é do diretor de Relações Institucionais da FENAJ, José Augusto Camargo. Fruto do trabalho de jornalistas e pesquisadores de diferentes áreas, com o apoio da Fundação Friedrich Ebert, a publicação reúne artigos que tratam do impacto político, econômico e cultural das mega corporações mundiais da internet no ecossistema jornalístico brasileiro, notadamente, das plataformas digitais de negócios e de redes sociais.

...
Jornalistas não tem o que celebrar sobre 1964

Jornalistas não tem o que celebrar sobre 1964 José Augusto Camargo

A introdução oficial da imprensa no Brasil ocorre em 1808 com o surgimento do Correio Braziliense (1 de junho de 1808) editado por Hipólito José da Costa que por problemas políticos era impresso em Londres e remetido ao país; em seguida é criada a Gazeta do Rio de Janeiro (10 de setembro de 1808), este impresso em terras brasileiras, e que conta com o apoio do imperador Dom João VI que permite sua confecção nas oficinas da Impressão Régia em troca da divulgação dos atos oficiais, e que por isto é tido por muitos como precursor do Diário Oficial.

...
Sindicalizar-se no ramo digital pode ser arriscado

Sindicalizar-se no ramo digital pode ser arriscado José Augusto Camargo

A Medium é uma rede social voltada para um conteúdo mais sério que as impressões pessoais que dominam a internet. Para alavancar esta proposta a rede mantinha nove publicações próprias com jornalistas contratados, mas agora tudo mudou e o objetivo passa a ser “apoiar vozes independentes em nossa plataforma” o que resultou na demissão de todo o departamento editorial.

...
Internet e liberdade de expressão

Internet e liberdade de expressão José Augusto Camargo

Na década de 1960, auge da guerra fria, o Pentágono passou a estudar a criação de uma rede de comunicação entre computadores. Sob ameaça de um eventual ataque nuclear e em meio a corrida espacial foi criada a Arpa (Advanced Research Projects Agency) que, por sua vez, criou em 1969 a ARPANet que tinha o objetivo de interligar as bases militares e os departamentos de pesquisa do governo americano envolvidos no projeto. Assim, o embrião da internet surgiu a partir do complexo industrial militar dos EUA.

Copyright © 2024 Contexto Social. All Right Reserved.
Powered by Bludit - Theme By BlThemes